• Facebook
  • Facebook

Av. Indianópolis, 1960 | Planalto Paulista | São Paulo - SP

Tel.: +55 (11) 5581-2045 / 5072-4150 | WhatsApp (11) 97187-5140

Diretor Clínico: Dr. Raul Eid Nakano - CRM 46.514

Esperma

O esperma, também conhecido popularmente como sémen ou sêmen (português brasileiro) é o fluido orgânico produzido pelos machos de muitas espécies de animais para transportar os espermatozoides até o local de fertilização na fêmea.

* O termo esperma vem do grego: ‘sperma‘ , que significa: semente.”

Características do sémen humano

O esperma humano é cremoso, espumoso, esbranquiçado e opalino. Períodos de abstinência sexual deixam o esperma amarelado (possivelmente pelo processo de morte e necrose de células haploides mais antigas acumuladas).

O esperma é composto por uma mistura de secreções testiculares, vesículas seminais, próstata e glândula de Cowper. Depois de 10 a 30 minutos fora do organismo humano, o líquido espesso torna-se extremamente fluido (curiosamente exposto ao ar em baixas latitudes, a parte mais líquida evapora e ele se resseca tornando-se menos fluido e mais pegajoso)

O sabor do esperma é “acentuado” (geralmente adstringente) e um pouco salgado (geralmente quando se mistura a resto de urina nos dutos), no entanto tem variações que estão diretamente relacionados com a alimentação de cada indivíduo (quanto mais tempo entre duas ejaculações, maior a tendência ao adocicado).

Curiosidades sobre o esperma

  • Em volume, a ejaculação de um homem sadio varia entre 3,5 e 5 ml.
  • Volumes em torno de 0,5 ml são, em sua maioria, patológicos.
  • Seu pH encontra-se na faixa de 8,1 a 8,4.
  • São considerados normais 200 a 600 milhões de espermatozoides por ejaculação
  • Um único ml de esperma contém de 60 a 120 milhões de espermatozoides.