• Facebook
  • Facebook

Av. Indianópolis, 1960 | Planalto Paulista | São Paulo - SP

Tel.: +55 (11) 5581-2045 / 5072-4150 | WhatsApp (11) 97187-5140

Diretor Clínico: Dr. Raul Eid Nakano - CRM 46.514

in vitro

Expressão latina que designa todos os fenômenos biológicos que têm lugar fora dos sistemas vivos, no ambiente controlado de um laboratório. Significa “em vidro”. Foi popularizada pelas técnicas de reprodução assistida (fertilização in vitro).
A FIV é o procedimento de ART mais amplamente utilizado e de fato resolve vários distúrbios da fertilidade, particularmente problemas de tubas uterinas e deficiências dos espermatozóides. A FIV é um processo de quatro etapas. Na primeira delas, o hormônio folículo-estimulante (FSH) é utilizado para estimular o crescimento do maior número de óvulos possível. Tal desenvolvimento múltiplo aumenta as chances de fertilização e de gravidez. Na segunda etapa, o hCG é usado para estimular a liberação dos óvulos maduros, que são coletados dos ovários, por via vaginal, utilizando-se uma agulha fina visualizada por ultra-som. Na terceira etapa, os óvulos são transferidos para uma placa no laboratório, na qual são colocados juntamente com os espermatozóides para que ocorra a fertilização. Na etapa final, alguns óvulos fertilizados ou embriões são transferidos para o interior do útero.

Indicação de inseminação artificial : ver no plural: Indicações de inseminação artificial