• Facebook
  • Facebook

Av. Indianópolis, 1960 | Planalto Paulista | São Paulo - SP

Tel.: +55 (11) 5581-2045 / 5072-4150 | WhatsApp (11) 97187-5140

Diretor Clínico: Dr. Raul Eid Nakano - CRM 46.514

Fertilização In Vitro – FIV

Fertilização in vitro

A fertilização in vitro ou FIV é um método que foi desenvolvido para tratar casais cuja principal causa de infertilidade é uma lesão tubária, mas pode gerar bons resultados em casos de endometriose, distúrbios de esperma e infertilidade não explicada.

Estudos indicam que a expectativa de gravidez após um ciclo de tratamento varia entre 35% a 50 % até mais de 60% quando transferido em pacientes jovens.

A Fertilização In Vitro é indicada em casos de:

  • Infertilidade por lesão tubária, mas que pode gerar bons resultados em casos de endometriose;
  • Distúrbio de esperma;
  • Infertilidade não explicada.

Método de Fertilicação In Vitro

Durante o procedimento da fertilização in vitro é feita a remoção de vários óvulos do ovário que são fertilizados, em laboratório, com o esperma do parceiro e transferência do embrião.

Índice de sucesso da Fertilização In Vitro

O tratamento da Fertilização In Vitro vem sendo efetivo em 35% a 50% mas pode chegar a 60% ou mais dependendo da idade da paciente e/ou qualidade embrionária.

Veja abaixo o processo de fertilização in vitro completo.

Passo a Passo da Fertilização in Vitro

Início do Tratamento

  1. Indução de Ovulação

    Tratamento medicamentoso para estimular o desenvolvimento de vários óvulos até o amuderecimento.

    Os hormônios são aplicados de 8 a 14 dias.Sua função é aumentar a produção de óvulos no mesmo ciclo menstrual ao invés de apenas um. Geralmente alguns óvulos não atingem uma qualidade esperada e por isso a fertilização in vitro requer vários óvulos para aumentar as chances de gravidez.

  2. Monitoramento dos Óvulos

    Controle ovulatório seriado – Esse processo o médico utiliza a ultra-sonografia ou exame de sangue para medir o crescimento dos folículos, individualizar as doses do medicamentos e determinar quando os óvulos estarão prontos para a retirada.

  3. Aspiração dos Óvulos

    Coleta dos óvulos, geralmente sob anestesia local e sedação levando entre 10 e 20 minutos

    • Orientação por ultrassonografia transvaginal;
    • Coleta através da vagina (32 a 36 horas após a última injeção de hormônio)
  4. Coleta de Sêmen

    Amostra de esperma é colhida no momento da coleta dos óvulos.

    Realiza-se uma seleção dos espermatozóides, os mais ativos são separados e adicionados a um meio de cultivo junto com os óvulos na incubadora.

  5. Fertilização na Incubadora

    Óvulos e espermatozóides estão juntos na incubadora.

    Os óvulos e espermatozóides preparados são mantidos juntos em cultura durante alguns dias, favorecendo a fertilização de maneira espontânea, o produto dessa união passasse a se chamar embrião.

  6. Transferência do Embrião

    Geralmente de três a cinco dias após a fertilização.

    Transferência transvaginal de embriões no útero por um delgado cateter. Os embriões excedentes são geralmente congelados.

Vídeo sobre Fertilização in Vitro – FIV


Neste vídeo o Dr. Raul Nakano explica o tratamento de fertilização in vitro.

Ficou com alguma dúvida, entre em contato, teremos enorme prazer em ajudá-la(o).